Ana Teresa Bello é carioca, viajante e espectadora. Olhando para o mundo, para a cidade e para as pessoas, ela se emociona com imagens e busca eterniza-las em frames para dividi-las com o mundo. É preciso andar por aí, mas também é preciso calar. Entre 2014 e 2015 Ana Teresa viajou para Islândia e Japão, em uma busca silenciosa de onde saíram algumas das suas séries. O trabalho de dez anos em arquitetura ajudou a já pensar em seus ângulos fotográficos de maneira com que eles não precisem ser editados. A ideia é congelar um momento com sua força, delicadeza e impacto, da maneira com que ele é. Depois de ter sido selecionada para o workshop da Magnum em março de 2015, Ana apurou ainda mais o seu olhar e sua característica de sempre criar uma narrativa nas imagens, um espaço para que o outro possa participar com seus próprios sentimentos. O externo refletindo o interno. Para ver é preciso sentir.